Educação e Saúde na Surdez: um Projeto de Futuro

Atualizado em 22 de outubro de 2015

Educação e saúde na surdez

Este projeto surgiu da vontade de melhorar os processos de encaminhamento de crianças com suspeita de surdez. Verifica-se que há necessidade de aproximar as equipas da educação e da saúde, bem como potenciar as dinâmicas já estabelecidas ao nível autárquico. Para melhor atender as crianças com surdez é fundamental facultar às suas famílias o acesso a toda a informação sobre os possíveis caminhos a seguir na educação e comunicação, de forma a garantir que a criança tenha a oportunidade de desenvolver todo o seu potencial.

É pois imprescindível a articulação entre serviços e a definição de protocolos interministeriais, nomeadamente entre as equipas de âmbito social e da saúde e a equipa educativa multidisciplinar. A partilha de informação e de objetivos para cada criança individualmente e para a sua família poderá traduzir-se em medidas concertadas de apoio. Daí a importância da definição e processo de decisão em função do melhor interesse da criança a partir da vontade dos pais, com o objetivo principal da aquisição da autonomia por parte da mesma. Esta parceria entre ministérios possibilitará a avaliação e o encaminhamento, de forma a iniciar o mais precocemente possível a aquisição de formas de comunicação mais eficazes face às caraterísticas e capacidades da criança e sua família.

Assim, o Projeto “Educação e Saúde na Surdez: Projeto de Futuro” tem como objetivos gerais:
- Informar a comunidade médica/técnica sobre a existência da EREBAS Porto
- Implementar e desenvolver processos de encaminhamento e acompanhamento
- Dinamizar momentos de formação especializada na área da surdez
- Estabelecer contactos com diferentes autarquias do Grande Porto
- Estabelecer contactos com diferentes associações cujo âmbito de trabalho seja a população com surdez
- Estabelecer parcerias com instituições médicas e de ensino superior
O Projeto “Educação e Saúde na Surdez: Projeto de Futuro” está a decorrer desde o ano letivo de 2013/14 e é da responsabilidade do grupo de Terapeutas da Fala (Bruno Coimbra, Carolina Ribeiro, Fátima Silva, Isabel Dias, Joana Santos, Marta Miranda, Renata Santos, Susana Capitão), em colaboração com a Direção do Agrupamento e a Coordenação do Departamento de Educação Especial.

Contactos: parceriasurdez@gmail.com