Objetivos

Atualizado em 19 de novembro de 2015

A fim de se ultrapassarem as dificuldades identificadas considera-se que seria importante lançar as bases para a criação de um centro de recursos educativos multimédia. O projeto REDES enquadra-se nessa dinâmica e pretende assumir-se como um espaço congregador que, partindo do que existe, mobilize para um salto qualitativo na produção de conteúdos multimedia e potencie a criatividade, inovação e capacidade de resolução de problemas quotidianos.

Pretende, também, ser um elo de ligação com a comunidade educativa mais alargada e, nesse sentido, prevê-se o envolvimento sucessivo dos encarregados de educação das crianças do agrupamento, dos alunos ouvintes e de alunos de outras escolas de referência. Espera-se que o trabalho desenvolvido estimule a criação de outros centros de recursos potenciando a construção de uma rede partilhada.

Assim, a área geográfica do projeto é alargada pois envolve não somente as escolas do agrupamento de referência de educação bilingue mas também um público mais vasto que pode ter acesso aos conteúdos através do sítio do projeto. Assim, o projeto envolve, numa 1ª fase, o universo da comunidade educativa do agrupamento que tem cerca de 1500 alunos englobando as suas famílias, os docentes e técnicos de educação especial. Contudo, dado que haverá parcerias com outras instituições e a divulgação e acesso público de grande parte dos conteúdos produzidos, o universo de destinatários é muito vasto.

O projeto candidatou-se ao concurso “Aprender e Inovar com TIC” sendo um dos 100 escolhidos para financiamento. No entanto, o financiamento viria a ser cortado a todos os projetos.

Com a sua realização pretende-se:

- fomentar a utilização das TIC como ferramenta de aprendizagem dos alunos surdos, no contexto da sala de aula e à distância;

- possibilitar um salto qualitativo na produção/divulgação de recursos educativos digitais bilingues (Língua Gestual e Língua Portuguesa) para alunos surdos, compensando as lacunas existentes neste domínio;

- promover o trabalho cooperativo e em rede das equipas pedagógicas das escolas de referência, mormente através da partilha e intercâmbio de materiais;

- criar um espaço de partilha e informação de conteúdos multimédia, com a participação ativa dos alunos ouvintes, favorecendo a construção de uma escola bilingue