Museu da Educação de Surdos

Atualizado em 1 de julho de 2016

A ideia de construir um Museu da Educação de Surdos na Escola Básica Eugénio de Andrade foi lançada em 23 de abril de 2013, na comemoração do Dia da educação de Surdos.
Para além do espaço físico do Museu (sala D9) irá desenvolver-se um Museu virtual neste site onde é possível ver-se memórias e documentos, imagens de arquivo e objetos e equipamentos que fizeram parte da história da educação de surdos em Portugal.
A justificação para essa iniciativa ficou registada num texto que pode, aqui, ser lido e também visto em LGP.


Porque...

Porque não há futuro sem memória(s)…
Porque as centenas de Surdos que estudaram na escola o merecem…
Porque por aqui se lançaram sementes de vida(s) que frutificaram…
Porque 34 anos de escola estão repletos de grandes e pequenas histórias que importa desvelar…
Porque gerações de professores lutaram contra ventos e marés…
Porque, como diz o poeta, “é urgente destruir certas palavras…”…
Porque Paranhos sempre foi uma escola de referência mesmo quando o não era…
Porque aqui se criaram experiências únicas e inovadoras, mesmo em tempos em que a terra não estava preparada para a sementeira…
Porque se soube estar atento ao que vinha de fora e criar pontes com outras gentes e outros povos (Suécia, Estados Unidos, França, Brasil…)…
Porque se acreditou que os Surdos tinham uma Língua e que esta devia ser respeitada…
Porque se respeitou sempre o sentido de pertença a uma comunidade…
Porque queremos ir ao infinito para fazer melhor…
Porque vivemos com razão e paixão cada dia de trabalho…
Porque, como alguém um dia disse: “os surdos estão aqui mais firmes do que as paredes da escola”…
Por tudo isto e o mais que haveria para dizer, lançamos este embrião de um futuro
MUSEU DA EDUCAÇÃO DE SURDOS

23 de abril de 2013